"Todo o crédito pertence ao homem que está de fato na arena; cuja face está arruinada pela poeira e pelo suor e pelo sangue; aquele que luta com valentia; aquele que erra e tenta de novo e de novo; aquele que conhece o grande entusiasmo, a grande devoção e se consome em uma causa justa; aquele que ao menos conhece, ao fim, o triunfo de sua realização, e aquele que na pior das hipóteses, se falhar, ao menos falhará agindo excepcionalmente, de modo que seu lugar não seja nunca junto àquelas almas frias e tímidas que não conhecem nem vitória nem derrota."


BLOG MELHOR VISUALIZADO NO MOZILLA FIREFOX!

6 de ago de 2013

MENOR QUE MEU SONHO, NÃO POSSO SER...




O título do post é uma frase atribuída ao poeta Lindolf Bell e  encaixa como uma luva no atual estágio que se encontra meus sentimentos em relação a corrida.

Conforme já falei aqui no Blog, depois de conversar com meu treinador, resolvemos manter a meta deste ano de fazer uma meia maratona sub 1h55min. Manteremos porque segundo ele mesmo após a lesão ela é viável de se alcançar, mas é claro que não deixaremos de monitorar o joelho esquerdo até entendermos que a lesão está 100% consolidada.

Combinamos que faremos os treinos focados no objetivo e quando chegar próximo a data da meia (possivelmente final de outubro) avaliaremos a possibilidade de atingir a meta ou não...

Eu acredito que dará certo, pois como diz o título do post, menor que meu sonho, não posso ser...

Estou confiante...

Mas também se não der, se por alguma razão qualquer, não alcançar meu objetivo... Não haverá cobranças e nem ressentimentos, pois farei o melhor possível para alcançá-la! E isto para mim basta!

Estou conseguindo controlar a ansiedade... Agora estou mais na onda do Zeca Pagodinho, deixando a vida me levar, treinando, sendo feliz e agradecendo por tudo que Deus me deu...

4 comentários:

Jorge disse...

Fábio,
penso que a corrida é uma das formas que possuo para viver uma vida saudável,no dia que ela virar obrigação de resultados,paces e outras marcas aí deixou de ser diversão.
Faça aquilo que te faz feliz,não se cobre tanto!!
Abraço e bons treinos!!

Helena Clebsch Vidal disse...

Oi Fábio.
Muito legal suas constatações. Com monitoramento da lesão, treinos específicos e fortalecimento muscular tem tudo pra dar certo. Foco na ação.
abraços
Helena

Fábio Namiuti disse...

Metas sim, obsessões não. Sucesso nesse caminho, xará!

Gilson Totti Dias disse...

Nossa, tô com o Fabio Namiuti nessa. Já temos tantas coisas pesadas no dia a dia. A corrida tem que ser algo prazeroso. Acho que você, Fabio, está no caminho certo. Como diz o seu xará: Boa diversão nessa busca pela sua meta! Abraço!