"Todo o crédito pertence ao homem que está de fato na arena; cuja face está arruinada pela poeira e pelo suor e pelo sangue; aquele que luta com valentia; aquele que erra e tenta de novo e de novo; aquele que conhece o grande entusiasmo, a grande devoção e se consome em uma causa justa; aquele que ao menos conhece, ao fim, o triunfo de sua realização, e aquele que na pior das hipóteses, se falhar, ao menos falhará agindo excepcionalmente, de modo que seu lugar não seja nunca junto àquelas almas frias e tímidas que não conhecem nem vitória nem derrota."


BLOG MELHOR VISUALIZADO NO MOZILLA FIREFOX!

30 de out de 2013

RELATO MEIA MARATONA DE POMERODE



Quem me acompanha, sabe que estabeleci uma meta no começo do ano de fazer uma meia maratona em 1h55m. Para um cara como eu, que não possui DNA de corredor ou não tem qualquer aptidão para a corrida, isto é muita coisa.... Eu sempre brinco que se existisse teste vocacional para o esporte, o meu jamais seria corrida, aliás penso que não teria vocação para nenhum esporte... Minha genética é sedentária... rsrsrsrs. Na realidade sou é bem teimoso!

Essa era a pretensão para a Meia de Pomerode, prova que ocorreu no último domingo 27/10, fecha-la em 1h55m, mas já nas duas semanas que antecedia a prova, vendo minha evolução nos treinos,  já estava percebendo que a meta seria complicada de ser batida. Minha esperança é que o clima me ajudasse... No domingo quando levantei para me preparar para a meia, observando o amanhecer, descobri que não era o dia de atingir a meta...

Com o céu de brigadeiro, o sol começou a castigar logo cedo e foi assim durante toda a prova. Não consegui imprimir o ritmo desejado 5´25” – 5’30”, mas mantive-me regular durante toda a prova, mesmo nas duas subidas cascudas no final da prova...

Aliás abro um parêntese, para questionar o porque da organização modificar o percurso e colocar 2 subidas daquelas no final? Qual objetivo disto?

De qualquer sorte, a prova merece o título dado pela revista Contra Relógio, como uma das 20 melhores meias maratonas. Achei muito bem organizada.  Pretendo faze-la novamente

 Fiquei na 478ª posição de 779 atletas no geral masculino e na 75ª posição de 115 atletas por faixa etária (34 – 39 anos). Terminei a prova em 2h02min17seg, ritmo médio de 5’46” min/km.

A prova foi difícil, muito quente e como já comentei no final ainda teve as 2 subidas fortes...

Ainda que não tenha atingido minha meta, estou muito feliz com o resultado... Fiz o melhor possível na prova, terminei inteiro e não senti tanto as contrações da musculatura, como nas provas anteriores...

O sentimento é que estou evoluído, ainda que devagar, mas como li recentemente “Nada resiste a um passo de cada vez. Pequeno, devagar, mas constante e sistemático.”

Que venha a próxima !!!!   

12 comentários:

Jorge disse...

Parabéns,Fábio!!!

Fábio Namiuti disse...

Parabéns, xará. Foi um bom resultado, mesmo que não tenha sido o que você almejava. Que venham outras meias e que você possa alcançar nelas o seu objetivo. Espero um dia ter a oportunidade de voltar a SC (duas Oktoberfests no currículo, hehehe...) pra correr provas bacanas como essa.

Abraços!

Helena Clebsch Vidal disse...

Fábio, o céu de domingo estava um brigadeiro mesmo. Minha equipe esteve em Pomerode e relatou a mesma coisa: duas subidas e sol quente. Achei seu resultado excelente. Manter o ritmo nestas condições não é nada fácil. Meus super parabéns!!!
abraços
Helena
Blog Correndo de bem com a vida
@Correndodebem

Luiz Souza disse...

Salve Fábio.
O povo daqui de Curitiba também sofreu co o calor e as subidas.
Você mandou muito bem, seu tempo foi muito bom.
Parabéns fio

Gilson Dias disse...

Muito bom Fabio!
Estamos no mesmo nível. Minha meta para os 21 km do Circuito Athenas é a mesma... Vamos ver.

Continue teimando. Esse negócio de DNA de corrida você já tem sim. Essa sua persistência que te transforma num guerreiro.

Quero ver essa meia em 1h55min em 2014, hein?

Bons treinos porque essa é a graça!

Abraço!

ivana. disse...

Simbora, então, amigo ! Meu carinho.

Dionisio Silvestre disse...

Fábio,
Compartilho do seu lamento de não possuir o DNA de corredor. Agora, independente no nível de dificuldade, perseverar é o nosso lema maior. Valeu demais guerreiro!!! O tempo gasto para concluir a prova é mais um ingrediente para temperar a saborosa conquista dos 21 Km em 01h 55min, que virá em breve. Ultra abraço e mantenha-se focado!!!

Dionisio Silvestre
http://correrpurapaixao.blogspot.com.br

Marcelo Alves de Almeida disse...

Grande Fábio,

Imagino a importância dessa prova para você, mas diante das dificuldades que ela apresentou, você fez um excelente tempo. Ano passado quando era tudo reta, meu tempo foi quase esse, imagina se tivesse subida!

Você estade Parabéns por mais uma medalha conquistada!

Que venham os próximos desafios.

Um forte abraço.

www.corramais.blogspot.com.br

Corre como uma menina disse...

Parabéns pela prova, Fábio!

Rubens Galvão disse...

Corri da primeira até a penúltima Meia de Pomerode. Foram cinco edições. Mas acabou o encanto. Estão enriquecendo as nossas custas.

Bons Km disse...

Parabéns Fábio, logo você alcança e elimina esse objetivo e já estabelece outro. A corrida envolve muitos fatores mesmo é complicado mas não impossível.
Bons treinos
Ju

Puma e Tuca em mais um Ironman disse...

Fábio, parabéns cara!!!
21Km com subida no final não é fácil não. Bora treinar e se planejar para o próximo desafio. Você tem o que é mais importante: disciplina e persistência. Abraços