"Todo o crédito pertence ao homem que está de fato na arena; cuja face está arruinada pela poeira e pelo suor e pelo sangue; aquele que luta com valentia; aquele que erra e tenta de novo e de novo; aquele que conhece o grande entusiasmo, a grande devoção e se consome em uma causa justa; aquele que ao menos conhece, ao fim, o triunfo de sua realização, e aquele que na pior das hipóteses, se falhar, ao menos falhará agindo excepcionalmente, de modo que seu lugar não seja nunca junto àquelas almas frias e tímidas que não conhecem nem vitória nem derrota."


BLOG MELHOR VISUALIZADO NO MOZILLA FIREFOX!

23 de ago de 2016

FINAL DE SEMANA DIFERENTE...



No final de semana que passou eu e mais sete pessoas fizemos uma caminhada de dois dias com saída de Blumenau e chegada no Santuário da Madre Paulina em Nova Trento num percurso total de 61km.

Do grupo, apenas eu, minha esposa e mais um amigo (Rui) já havíamos feito o trajeto em 2014, os demais eram todos “estreantes”.

Partimos de Blumenau no sábado as 7:00 da manhã com destino a Brusque. Essa era a primeira etapa da caminhada. Nesse trecho, de aproximadamente 38km, foi percorrido em pouco menos de 8 horas. Apesar de termos partido com o céu encoberto e dando a falsa impressão que não choveria, após uma hora e meia de caminhada, São Pedro resolveu nos brindar com chuva, que nos acompanhou até nossa chegada em Brusque, o que tornou a caminhada um pouco mais penosa, pois caminhar durante esse tempo todo com os tênis encharcados e as roupas úmidas é extremamente desconfortável e as chances de bolhas no pé aumentam bastante.

Após um merecido descanso em Brusque, partimos no domingo pela manhã para a segunda e última etapa da caminhada, e apesar deste trecho ser um pouco mais curto, com 23k, seu grau de dificuldade é maior em razão de 3 subidas enormes nesse trajeto,  que concluímos em 5 horas. Para nossa surpresa o Domingo também amanheceu sem chuva, mas nossa alegria durou meia hora e mais uma vez fomos brindados com muita chuva e ainda fomos contemplados na segunda metade do percurso com ventos e queda brusca de temperatura, o que fez com que o desafio fosse ainda maior...

8 partiram 7 chegaram... Um dos participantes (Marco) após concluir a primeira etapa, achou por bem parar por ali devido ao forte desconforto muscular nas pernas... Acredito que ele fez bem! Cada um sabe dos seus limites e como ele não é acostumado, teria sido bem penoso para ele...

Apesar da chegada ser no Santuário da Madre Paulina, a caminhada não tem qualquer cunho religioso, pelo contrário é bem lúdica. O fato do ponto de chegada ser no Santuário e pela dificuldade do trajeto...


Mas mesmo não tendo nada haver com religião durante o trajeto, dadas as condições climáticas, volta e meia, pensava na frase da Madre Paulina, “Nunca, jamais desanimeis, embora venham ventos contrários”... Caiu como uma luva... kkkkkkkkk



Nenhum comentário: